O Blog esta em atividade normal, seja um membro participante, faça logim ... é fácil e rápido ...

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

ESTAÇÃO DE SANTA ROSA DE VITERBO




ESTAÇÃO DE SANTA ROSA DE VITERBO
ESTRADA DE FERRO SANTOS DUMONT
CIA MOGIANA DE ESTRADA DE FERRO



 Foto de: José Roberto França


 Foto de: José Roberto França


Foto de : José Roberto França


 Foto de: José Roberto França


 Foto de: José Roberto França


 Foto de: José Roberto frança


Foto de: José Roberto França

HISTORICO DA LINHA: A ferrovia que saía da estação de Santos Dumont, aberta em 5/6/1908 por Henrique Santos Dumont, proprietário da fazenda London, foi comprada pela Mogiana em 15/12/1909, transformando-se no Ramal de Santos Dumont. A fazenda, que então já se chamava Amália, era o ponto final da linha, que foi aberta ao tráfego público em 26/4/1910, já com a estação terminal de Corredeira, construída pela CM. Tinha bitola métrica, e em 1912 o ramal chegou a Cajuru. Funcionou por mais de 50 anos, tendo o seu trecho entre Amália e Cajuru sido fechado em 19/6/1966, e o trecho que restou, em 3/1/1967. Este, entretanto, ainda serviu como desvio particular da Fazenda Amália, já está de propriedade dos Matarazzo, por muitos anos. Hoje o desvio foi extinto e os trilhos já retirados... !!!

A ESTAÇÃO: A estação de Santa Rosa foi inaugurada em 1910, e há outras fontes da Mogiana que citam a data de 10 de maio desse ano como a de abertura (*RM-1910). O jornal O Estado de S. Paulo datado de 10 de maio confirma isso: diz que "a 10 de maio (portanto, no próprio dia da publicação) serão abertas ao tráfego público de passageiros e para o serviço telegráfico as estações de Santa Rosa (do Viterbo) e Corredeira, nos kilometros 16 e 37 do ramal de Santos Dumont, ultimamente adquiridos pela Companhia Mogiana". Foi, aparentemente, construída já pela Mogiana, não existindo antes disso, na ferrovia original. Em 01/05/1911, o seu nome foi alterado para Ibiquara, mas, logo em seguida, por protestos locais, voltou a ser Santa Rosa, em 01/10/1912. Nos anos 1940, teve o nome alterado para Icaturama, passando a se chamar Santa Rosa de Viterbo em 1950. Foi fechada em 03/01/67... !!!


Texto Autorizado Por:
Ralph Mennucci Giesbrecht.



fotos de: josé roberto frança




Ribeirão Preto - sp.



quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE AGUAÍ SP





ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE AGUAÍ SP
Ferrovia FCA - VLI



Foto de Leonardo S. Ventura
 
 
Foto de Leonardo S. Ventura

A ESTAÇÃO: A estação aberta em 1887, como Cascavel, e junto com o povoado fundado nas terras da fazenda Embiruçu pelo Sr. João Joaquim Braga, no meio do nada, serviam ambos de ponto de partida para o então recém-implantado ramal de Caldas, que seguia até Poços de Caldas, já em território mineiro. A estação prevista para ter esta função era a estação de Engenheiro Mendes, e que inclusive era conhecida, até 1886, pelo nome de Caldas. Desentendimentos entre os fazendeiros localizados nas terras perto dessa estação e a Mogiana levaram a Cia. a mudar o ponto de partida para o povoado de Btempo, um dos comerciantes mais prósperos da velha estação de Caldas mudou-se dali para Cascavel, junto à ferrovia, onde construiu um hotel, fato que ajudou o progresso de Aguaí e o colapso progressivo de Engenheiro Mendes. Em 1945, por determinação do CNG, seu nome foi alterado para Aguaí - que significa Cascavel, em tupi - e hoje é uma das poucas estações que permaneceu no leito da estrada, mesmo depois da retificação dos anos 1970. O ramal de Caldas ainda funciona. Os trilhos, que cruzam a cidade em toda a sua extensão, estão cercados e tudo é mantido em bom estado de conservação, num fato realmente raro, hoje em dia... !!!



 

TEXTO AUTORIZADO DE:
Ralph Mennucci Giesbrecht.


 

Ribeirão Preto - sp.